Antes de ligar o interruptor…

25 Outubro 2007 at 17:02 (Tutorial) (, , , )

Acabaste de soldar o último componente na placa de circuito impresso (PCB) do teu último projecto e a 1ª coisa que fazes de seguida é ligá-lo à alimentação a ver se funciona, certo? Errado! Eu sei que a ânsia de ver aquilo a funcionar é sufocante, mas é melhor ires com calma ou então o que se vai tornar sufocante é vê-lo “arder” à 1ª diante dos teus olhos. Queres saber como evitar problemas?

Pois bem, errar é humano, e então quando se trata de montagens electrónicas, uuuuii… daí que antes de lhe dar energia, é boa politica efectuar alguns testes simples a um projecto acabado de montar. Pelo menos para teres a certeza de que não há nenhum erro fatal que possa facilmente destruir um componente ou uma pista do PCB em poucos segundos, ou pior. Há formas muito simples de evitar problemas graves.

Pode parecer óbvio mas vou dizer à mesma: os testes que abaixo indico são para fazer com o circuito desligado da alimentação e desligado também de qualquer outro dispositivo externo (como lampadas, motores, alto-falantes, etc).

Acabaste de soldar o último componente e agora…? Agora fazes uma inspecção visual. Além da inspecção visual directa à face cobreada do PCB, podes também aplicar uma técnica que é segurar o PCB contra-luz. Isto ajuda a perceber se existem curto-circuitos (curtos) entre furos ou pistas de cobre quando estes estão muito juntos.

Verificar um PCB à contra-luz

Podes usar um candeeiro ou simplesmente virar o PCB para a janela (mais ecológico e menos perigoso🙂 ).

Bem, o PCB tá com bom aspecto… e agora? Agora pegas no teu multímetro e vais à procura de nós em curto-circuito acidental ou nós abertos (não há ligação onde deveria existir). Muitos multímetros têm o teste de continuidade, habitualmente na posição de ohmímetro de baixa resistência (e têm um simbolozinho sugestivo).

Teste de continu�dade no mult�metro

Nesta posição o multímetro apita se as pontas de prova entrarem em curto, o que é muito confortável pois podes estar a olhar para onde colocas as pontas e ter atenção apenas ao som. Se o teu multímetro não tiver este teste, podes usar o ohmímetro na posição de menor resistência mas então tens que posicionar as pontas no teu circuito e depois olhar para o multímetro a ver se a resistência é aproximadamente zero (circuito em curto) ou não (circuito aberto).

Testendo um circuito com o mult�metro

Começa por verificar se existe algum curto entre os 2 nós da alimentação. Este teste é essencial, porque se ligares o circuito à alimentação com um curto destes, várias coisas más podem acontecer, que podem ocorrer instantaneamente e com muitas faíscas (e aí ficas logo a saber que tens um problema) ou apenas após algum tempo e com muitas faíscas (que pode ser enquanto tiveste que ir ao WC).
Depois procura por curtos em todas as entradas e saídas, uma vez que tipicamente estas não apresentam uma baixa resistência.

Ok, não há curtos! Posso ligar finalmente o circuito🙂 ?… Não!… Ainda não acabámos os testes. Agora, com o esquema do teu circuito e do PCB à mão, verifica se existem curtos entre nós que passem muito perto, por exemplo entre 2 pistas que passem muito perto em algum ponto, ou entre pinos adjacentes de um connector ou componente (usando o teste de continuidade, claro está).
Finalmente verifica se as ligações entre componentes estão correctas, ligando as pontas do multímetro entre elas. Se estiverem, o teste de continuidade indicará “curto-cirtuito”.

Estes testes simples vão dar-te uma confiança bastante elevada de que o circuito vai funcionar à 1ª tentativa (se não houverem erros de design do próprio circuito, óbvio!). E sem que ocorram problemas que te obriguem a ter que trocar componentes queimados, o que nunca dá boa saúde ao PCB nem aos componentes nas proximidades. Também vai evitar que se estraguem dispositivos externos caros, como fontes de alimentação, alto-falantes e outros. E em geral vão também zelar pela tua segurança.

Para a próxima podemos falar de algumas técnicas para testar melhor circuitos novos. Mas agora vá, corre, já podes ir experimentar isso🙂 !

Construção terminada, testes terminados, e já funca!

6 comentários

  1. Ricardo said,

    Ah pois é o senhor Nuno João falhou um passo importantissimo!!!!

    No caso de haver ICs, antes de ligar sequer o IC à placa, testar os pins de alimentação e terra do mesmo!

    Há uns tempos houve um gajo no forum que frequento q usou um regulador de tensão pifado e ligou tudo. Queimou um IC de 3,5€. O que foi logo um tiro num projecto que se pretendia de custo minimo (para não falar que o IC tem que vir da Alemanha pq as lojas tugas de electrónica😛 não têm)

  2. Njay said,

    Bom, Sr. Ricardo Matos🙂 , há outras formas de estragar um IC sem ser pela tensão de alimentação. Componentes novos avariados são uma raridade; se são já usados então convém testá-los primeiro, ou seja, antes de os soldar, caso contrário é um trabalhão se for preciso mudá-lo.

    Se se trata de um circuito já testado, então a verificação das ligações como descrito no artigo apanhará a grande maioria dos problemas. Sobra então componentes que possamos ter estragado durante a soldadura. Mas aqui então seria necessário testar os componentes todos um a um. Normalmente não se faz isso pelo trabalho, também porque com a experiência isso deixa de acontecer.

    De qualquer forma é um bom ponto, em especial se houver ICs ou outros componentes “caros” como referes; se bem que eu testo-o de outra forma, que faz parte do “bring-up” de circuitos novos. Começo por montar primeiro no PCB os conversores/reguladores de tensão e testo-os logo. Só continuo a montar os restantes componentes depois de saber que esta parte está bem. Assim poupam-se não só os ICs como também outra electrónica (do PCB ou externa) que possa ser sensível. E se não tencionas usar sockets para os ICs, também é a única forma de testar 1º a alimentação.

    A partir de certa altura os testes que se fazem são apenas uma questão de bom senso e custo/benefício.

  3. Vasco Névoa said,

    Então e o belo videozinho com a geringonça a funcionar?!??…

  4. Njay said,

    Ahh, isso, meu Amigo, fica para outro dia… hoje o assunto foi outro🙂

  5. electronica basis said,

    olá, gostaria de saber como testar um IC no multimetro
    obrigado

    • Njay said,

      Regra geral não é possível.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: