humm??…

20 Outubro 2007 at 01:11 (Geral) (, , )

Certa manhã, ao acordar após sonhos agitados, Gregor Samsa viu-se na sua cama, metamorfoseado num monstruoso insecto.” É assim que começa o aparentemente inofensivo livro A metamorfose do Sr. Franz Kafka, e quando o li senti o impacto que se sente das coisas de que não se está nada à espera. Talvez tenha sido também assim que me senti, certa manhã, ao acordar e ver-me metamorfoseado em mais um trabalhador especializado a pensar “bolas, não me apetece nada ir trabalhar!”

E embora possa parecer que sou apenas mais um perguiçoso, a verdade é que sou mesmo, mas não completamente da forma em que estás a pensar. Já o meu ‘stor de Geometria Descritiva dizia que deviamos ser perguiçosos e o malandro tinha mesmo razão. É que existem 2 tipos de perguiça: a fisica e a mental. Para cederemos à fisica basta ficarmos quietinhos sem fazer puto, mas ceder à mental é um tanto mais complicado, porque basicamente já estamos a não fazer nada… e pensar não custa assiiiiiiiim tanto. E vá-se lá saber porquê, provavelmente porque somos todos iguais todos diferentes, algumas pessoas simplesmente não conseguem ceder à perguiça mental, e o raio dos miolos ficam práli a trabalhar, a trabalhar, a trabalhar sem parar. Mesmo quando já estamos bem quietinhos, só a respirar… e então às vezes essas pessoas acabam a escrever blogs como este (e sendo isso uma trabalheira dos diabos, vá lá a gente entender certas pessoas).
Mas voltando à questão original da perguiça… na verdade a perguiça pode ser uma coisa boa. E é-o quando nos põe a pensar, a pensar em formas de termos menos trabalho; fisico, lá está. Porque esse é que custa, e pensar é muitas vezes a forma mais fácil e eficiente de… trabalhar. Pelo menos na minha área, diz-se que as pessoas mais inteligentes são grandes perguiçosos (será??).

Hei-de voltar a este tópico mais vezes, porque ainda tenho as ideias muito espalhadas pela minha cabeça e há vários aspectos diferentes sobre os quais gostava de blogar contigo. Entretanto… dá uma olhadela pelo resto do blog. Acho que era suposto eu escrever aqui neste primeiro artigo sobre o que é que vou blogar, mas a verdade é que eu próprio ainda não sei (prontos, tenho uma ideiazinha…), e portanto vou fazer ao contrário e deixar que sejas tu a descobrir se há por aqui alguma coisa que te interesse🙂.

1 Comentário

  1. iyahdub said,

    Um dos meus livros favoritos de infancia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: